Bodhi

 No Budismo especificamente, significa a experiência do despertar espiritual alcançada por Gautama Budda e seus discípulos. A expressão introduz uma noção de despertar de um sonho e estar desperto sobre a Realidade.

Gaya

Nome da cidade onde de acordo com a tradição budista, cerca de 500 a.C. o príncipe Siddhartha Gautama, chegou às margens do rio Falgu, próximo da cidade de Gaya. Ali ele sentou em meditação debaixo de uma Árvore Bodhi por longos 49 dias e noites e atingiu a iluminação percebendo as questões que havia procurado.

Bodhigaya

Para os budistas, é o mais importante local para peregrinação, local onde ocorreu a iluminação de Gautama Budda.

Missão

Auxiliar no autoconhecimento através do sentir, pensar, falar e agir e na expansão da consciência desperta.

Visão

Proporcionar ao ser humano o encontro consigo mesmo e o compromisso na construção de um mundo de paz para si e para o universo.

Valores

  • Acolhimento
  • Alegria
  • Amor
  • Compaixão
  • Compromisso
  • Confiabilidade
  • Dedicação
  • Ética
  • Generosidade
  • Igualdade
  • Respeito

Elementos da Logo

A construção da logo Bodhigaya trás elementos do Budismo e sua simbologia na sua concepção. A árvore sagrada do budismo.

Local da iluminação de Gautama Buddha. A grande figueira é o principal elemento da logo. Proteção e acolhimento estão aqui representados.

A Flor de Lotus, símbolo da pureza do corpo e da mente, da transformação, da superação. Nasce do lodo simbolizando a ignorância espiritual, eleva-se e floresce sempre na direção da luz, simbolizando a verdade.

Detalhe de coração sobre a letra (i), trazendo nesse ícone universal a simbologia do amor.

Cores

  • Amarelo Ouro

    Generosidade; Sabedoria da igualdade.

  • Azul

     Acolhimento; Sabedoria do espelho.

  • Vermelho

     Compaixão; Sabedoria discriminativa.

Equipe

Cleoci Machado

Terapeuta e Facilitadora Educacional

Formação

  • Formação de Formadores no Instituto Cajamar em São Paulo, na Escola 7 de Outubro em Minas Gerais, conheci a metodologia de Paulo Freire, de  Madalena Freire, de Gramsci;
  • Estudos na escola de Formação dos Químicos na Alemanha, na Dinamarca e na África do Sul,  pela ICEM;
  • Coordenadora e responsável pela Metodologia, estruturação e organização da Escola de Educação Sindical da FETIESC – Federação dos Trabalhadores de Santa Catarina em 1992.
  • Coordenadora em formação e organização da Secretaria de Mulheres da Federação no Estado de SC. Trabalho que me levou a receber um prêmio de reconhecimento pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina em 2011.
  • Coordenadora e responsável durante 7 anos pelo Projeto de Capacitação de mulheres sindicalistas na América Latina e Caribe, pela ICEM – Federação Internacional de Sindicatos de Trabalhadores da Química, Energia, Minas e Industrias Diversas.
  • Formação em Mãos de Luz pela Faculdade Espírita Bezerra de Menezes do Paraná.

Caminho Espiritual

  • Caminhei pelas areias Sagradas da Núbia
  • Entrei nos portais das Pirâmides do Egito
  • Deserto de Atacama
  • Subi a montanha de Machu Piccho, Pisac e Ollantaytambo no Peru
  • Molhei meus pés nas águas sagradas do Rio Nilo no Egito
  • Rio Ganges na Índia
  • Lago Titicaca no Peru
  • Los Gigantes e nos Lagos da Patagônia na Argentina
  • Toquei com os pés, as mãos e os olhos as águas sagradas das Cataratas de Foz do Iguaçu, onde o Brasil se encontra com o Paraguai e a Argentina
  • Nas enfermarias Sagradas do Povo Charrua no Uruguai
  • Reencontrei o passado em  Portugal
  • Na Grécia o conhecimento e o respeito a sabedoria do povo Grego e aos oráculos de Delfhos
  • Senti a energia na Catedral e das ruelas de milhões de peregrinos em Santiago de Compostela, na Espanha.
  • Subi a montanha sagrada de Buda no Nepal e atravessei o Himalaia até o Tibete
  • Na Índia meditei e encontrei a luz e o grande chacka da humanidade vibrando com toda a intensidade através da energia vibrante revelada em cada olhar no povo Indiano em cada Templo, especialmente em Laschimi e onde Buda proferiu suas primeiras palavras ao receber a iluminação – Sarnath.
  • Encontrei os Monges no Monastério do Templo de Ganden, subi os 420 degraus do Potala, me emocionei com os Tibetanos meditando e pronunciando mantras na Praça Central de Llhasa no Tibete.

Terapias

  • Mãos de Luz, Cromoterapia
  • Criança Interior
  • Tanatologia 
  • Meditação e bioenergia
  • Taro  Mitológico
  • Florais Australianos
  • Yoga
  • Do-In
  • Massoterapia

Estella Allencar

Assistente Social e Jornalista

Histórico & Objetivos Atuais

Como Assistente Social

  • Ao lado do marido, o professor e doutor – humanista – cientista – médico, Dr. Ney Hugo de Alencar (in-memorium) desenvolveu nos idos de 1979 em Minas Gerais, no Hospital de Pesquisa do Médico – Centro de Diagnóstico e Terapêutica de Uberlândia-MG, vários projetos de cunho social em geriatria e gerontologia social, onde foi criado o Clube dos Tartarugas. Projeto Social que tirava o idoso do anonimato – do ócio e do abandono, levando-o ao melhor convívio com a família e a sociedade; recolocando esse idoso no mercado de trabalho, lei vigente na nova constituição brasileira.
  • Acabaram com os asilos, criando casas de convivência. Estella se empenhou neste projeto, o que a levou a ser condecorada pelo governo com a comenda nacional Jacy de Assis.

Como Jornalista

  • É membro efetivo e co-fundadora da Associação de Mulheres de Negócio e Profissionais de Minas Gerais – BPWMG e membro da BPW Internacional.
  • Participou ativamente em inúmeras conferências sobre a mulher no mercado de trabalho.
  • Na RIO ECO92, os temas mais discutidos e defendidos por Estella nesta conferência internacional foi a situação da mulher e seus direitos no mercado de trabalho e promoção desta mulher no contexto social brasileiro.
  • É membro da academia brasileira de letras de UDI-MG, destaque para poemas e contos.
  • Foi voluntária em várias instituições sociais de Curitiba-PR, sempre em função da criança em situação de risco de 2002 a 2005.
  • Atualmente lidera um grupo de amigas voluntárias de Jurerê Intenacional, Florianópolis-SC. O grupo realiza vários trabalhos sociais em Casas Lar da Capital e Continente, que prestam apoio e resgate social para crianças e adolescentes em situação de risco.
  • Estella Allencar e Cleoci Machado em conjunto com a BODHIGAYA, atualmente desenvolvem projetos sociais, alguns já em andamento funcional, de ajuda e recuperação social total da criança e do adolescente em situação de risco. Projetos estes que deverão ser financiados em breve pela futura FUNDAÇÃO que será criada em Florianópolis/SC.
  • E como fala – Como Mantra – NÃO É SÓ ALIMENTAR ESTAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES, É RESGATAR A ALMA DESSES ANJOS E DAR-LHES A OPORTUNIDADE DE TER E CRIAR PARA O FUTURO – PESSOAS SAUDÁVEIS, MENTAL E ESPIRITUALMENTE E ASSIM TRANSFORMÁ-LOS EM FUTUROS CIDADÃOS DO BEM – HONRADOS, PRÓSPEROS E FELIZES – LIVRANDO-OS DEFINITIVAMENTE DA MORTE.
  • A luta é Árdua mas a vitória é certa. Criança e adolescente hoje sofrido – agora totalmente curado – Esses são, serão e ditarão o feliz destino do nosso planeta.

Curriculum Vitae
Estella Allencar
Assistente Social e Jornalista
Humanista e Poetisa

Gosto de flores, olhar estrelas e apesar de todo o mal
que existe no mundo, amo o ser humano
A ética da reverência pela vida me obriga a dedicar um
sorriso, um aperto de mão, um pouco de carinho, de meu tempo,
amizade ou às vezes, até compaixão a alguém ou a alguma boa
obra que necessite de mim.
Somente desse modo, posso sobreviver e merecer do meu
semelhante, um sorriso.